Novela Reis: Anselmo Vasconcelos será rei filisteu: “Nunca tive uma barba tão grande na minha vida” - As Notícias

Novela Reis: Anselmo Vasconcelos será rei filisteu: “Nunca tive uma barba tão grande na minha vida”

Reis, Chamada, Resumo e capítulo de hoje e ontem da Novela, Anselmo Vasconcelos será rei filisteu: “Nunca tive uma barba tão grande na minha vida”.

Reis, Chamada, Resumo e capítulo de hoje e ontem da Novela, Anselmo Vasconcelos será rei filisteu: “Nunca tive uma barba tão grande na minha vida”.
Anselmo Vasconcelos volta a atuar em uma superprodução após viver Ismael em Gênesis

Ator viverá Guedór na superprodução Reis, que estreia em breve na tela da Record TV.

Prevista para estrear em breve, a superprodução Reis já está em processo de gravação desde o último mês de novembro. E mais um grande nome integra o elenco da nova série da Record TV: Anselmo Vasconcelos viverá o personagem Guedór, rei soberano de toda a Filístia.

Depois de viver o personagem Ismael na novela Gênesis, Anselmo Vasconcelos volta a atuar em uma superprodução. Na série Reis, Anselmo viverá Guedór, rei do povo Filisteu. Um homem poderoso e sedutor que, decidido a conquistar terras em Canaã, vai preparar seu exército contra Israel e terá uma motivação especial para isso. Ele fará par com a atriz Sílvia Pfeifer, que interpreta a rainha Anainér.

Neste retorno à teledramaturgia da Record TV, Anselmo Vasconcelos exalta a importância deste novo personagem em sua carreira e enaltece a união do elenco: “Muito especial estar representando um personagem desse porte, com um elenco que já tem um entrosamento. Já começamos a trabalhar, já estamos unidos, formando uma família mesmo. Estou com uma expectativa muito legal”, contou o ator que ainda falou sobre a mudança em seu visual. “Nunca tive uma barba tão grande na minha vida, o que é um começo de aproximação para o personagem”.

Prevista para estrear em breve, a série Reis será dividida em temporadas e tem direção geral de Juan Pablo Pires com texto de Raphaela Castro. A trama vai abordar a transição governamental de Israel, dos juízes à monarquia.


Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.